Blog

Atirador mata 26 pessoas em Igreja Batista no Texas

Vestido de preto e usando um colete à prova de balas, Devin Patrick Kelley, um homem branco de 26 anos que vivia no subúrbio de San Antonio, disparou com um fuzil semiautomático, pouco depois das 11h20 (15h20, horário de Brasília), assassinando vinte e seis pessoas durante um culto dominical em uma igreja batista no Texas, neste domingo dia 05.

As vítimas eram da Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs, uma comunidade de 640 habitantes a 50 km de San Antonio. Outras 20 pessoas estão hospitalizadas gravemente feridas. Segundo a polícia, as vítimas fatais tinham entre 5 e 72 anos.

A rede CBS informou que Kelley serviu na Força Aérea de 2010 a 2014 e foi expulso da instituição depois de julgamento em uma corte marcial. Após o massacre, deixou o fuzil e fugiu em seu carro. Logo depois foi encontrado morto em seu veículo. Ainda não foi possível confirmar se ele cometeu suicídio ou foi morto por alguém que o perseguiu.

Donald Trump, presidente dos EUA, está no Japão, e reagiu ao ataque publicando no Twitter: “Que Deus esteja c/ as pessoas de Sutherland Springs, Texas. O FBI & oficiais da lei estão na cena. Eu estou monitorando a situação do Japão”.


A Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs filma seus cultos para o seu canal no YouTube e há uma possibilidade de que o ataque tenha sido registrado. A CNN afirmou que uma das vítimas é a filha de 14 anos do pastor da igreja.

Esse é o segundo ataque a tiros em uma igreja nos EUA em pouco mais de dois anos. No dia 17 de junho de 2015, o defensor da supremacia branca Dylann Roof matou nove fiéis negros na Igreja Episcopal Metodista Africana Emanuel, em Charleston, na Carolina do Sul.

Oremos pelas famílias enlutadas para que o Senhor Deus venha confortá-los neste trágico momento de dor perdas irreparáveis. Temos sim, a esperança da eternidade, por isso, precisamos buscar em Deus força, graça e suas misericórdias para lidarmos com as tragédias da vida.

Escreveu o Apóstolo Paulo:

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus. Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo. 2 Coríntios 1:3-5.

Que Deus venha ampará-los.
Oremos!!!

Pr. Emerson Alves

Fonte: O Estadão