Blog

Parábola do trigo e do joio

Jesus contou outra parábola. Ele disse ao povo: – O Reino do Céu é como um homem que semeou sementes boas nas suas terras. Certa noite, quando todos estavam dormindo, veio um inimigo, semeou no meio do trigo uma erva ruim, chamada joio, e depois foi embora”.  (Mateus 13:24-25).

Conta-se que, antigamente, era muito comum quando alguém não gostava da plantação de um outro, espalhava no campo sementes de ervas daninhas, que são plantas venenosas que comprometiam a plantação, principalmente a de trigo, pois sua semelhança é muito grande.

Jesus conta esta parábola e ao mesmo tempo a explica dizendo que quem semeia as sementes boas é o Filho do Homem. O campo ou o terreno, é o mundo, e as sementes boas são as pessoas que pertencem ao Reino. O joio por sua vez, são as que pertencem ao maligno, influenciadas por ele, pois ele é o responsável por esta semeadura.

O conselho de Cristo é para que sejamos vigilantes e não deixarmos que as influências do maligno sejam semeadas em nosso meio e venham comprometer aquilo que a palavra de Deus determina. Se já foram semeadas, o tempo mostrará o que é de Deus e o que não é.

Observe que, as sementes daninhas foram semeadas no campo enquanto todos dormiam. Por isso, a importância de mantermos em alertas em todos os momentos, influenciarmos o mundo com o evangelho do reino e não sermos influenciados pelas maldades que o inimigo quer nos lançar.

Em Cristo, hoje e sempre!!!

Pr. Emerson Alves