Início » Blog

Você é Próspero?
Publicado por Pr. Emerson Alves em 04/09/2011 16:11H | Atualizado em 25/01/2015 22:56H

Muita gente está em busca de prosperidade, principalmente quando inicia um novo ano, mas afinal, que base a Bíblia traz para uma verdadeira prosperidade?

A Bíblia está cheia de referências que mostram com clareza o que vem a ser a verdadeira prosperidade.

O vocábulo na Bíblia, tanto no Antigo Testamento como no Novo Testamento, pode ser interpretado como: bons resultados, abundância, ser bem sucedido, fecundo e outras variações.

O salmista escreve: “Cantem e alegrem-se os que amam a minha justiça, e digam continuamente: O SENHOR, que ama a prosperidade do seu servo, seja engradecido” Sl 35:27.

Prosperidade não é “ser rico”, “ter muito dinheiro” ou algo parecido, mas, é ser possuidor das bênçãos de Deus em todos os sentidos da vida. É por isso que em inúmeras vezes encontramos na Bíblia o termo: Bem-aventurado!!!.

Conheço pessoas que são ricas financeiramente, porém, não são prósperas. Por outro lado, conheço pessoas que não possuem bens e recursos financeiros, porém, são extremamente abençoadas e prósperas.

Podemos encontrar um exemplo de prosperidade na vida de José. Em Gênesis 39:2-4 encontramos a seguinte expressão: “E o SENHOR estava com José, e foi varão próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio. Vendo, pois, o seu senhor que o SENHOR estava com ele e que tudo o que ele fazia o SENHOR prosperava em sua mão, José achou graça a seus olhos e servia-o; e ele o pôs sobre a sua casa e entregou na sua mão tudo o que tinha”.

José é um exemplo de prosperidade. Ele não obteve sucesso apenas no final da sua carreira como Governador do Egito, mas em tudo ele era próspero e abençoado. (Leia Gn 37-46).

Seus irmãos queriam matá-lo, Deus não deixou e o conservou vivo. Os ismaelitas poderiam tê-lo vendido para outras tribos e povos, mas o venderam para o Egito, pois ali seria a terra da provisão durante a fome na Terra.

Qualquer outro homem poderia ter comprado a José como escravo, mas Potifar o fez levando-o para a sua casa. Na casa de Potifar sua fidelidade foi provada e Deus o honrou. Na prisão interpretou sonhos. Diante de Faraó, Deus deu-lhe sabedoria e o exaltou. Isto é prosperidade contínua.

Você pode ser próspero possuindo ou não bens e riquezas. A verdadeira prosperidade nas Escrituras Sagradas é aquela que tem como princípio a fidelidade a Deus e aos preceitos da sua Palavra.

Quando colocamos a nossa vida diante de Deus e rogamos por sua inteira vontade, desfrutamos de suas bênçãos e passamos a ser prósperos em tudo.

“Deleita-te também no SENHOR, e ele te concederá o que deseja o teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele tudo fará” Salmos 37:4-5.

Em Cristo Jesus,

Pr. Emerson Alves