Respostas

Quais os princípios cristãos para um namoro digno?

Quais os princípios cristãos para um namoro digno?

Muitos são os princípios que regem um namoro digno, mas, quero destacar aqui três características que se resumem em RESPONSABILIDADE.

1. RESPONSABILIDADE PARA COM DEUS.

Sim, é isto mesmo. Deus sempre deve estar no controle da nossa vida. E para isso, precisamos colocá-lo como prioridade em tudo, principalmente no nosso relacionamento.

A Bíblia nos ensina que:

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência”. Provérbios 9:10.

Temer ao Senhor não é ter medo d’Ele, mas sim respeitá-lo, reverenciá-lo, obedecê-lo e adorá-lo com único Deus.

Nesta responsabilidade para com Deus entendemos que nosso corpo é Templo do Espírito Santo, e a Bíblia afirma dizendo: “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo”. 1 Coríntios 6:19. Então, diante disso, o Espírito Santo habita dentro de cada um de nós.

Bom, se tememos a Deus e o Espírito Santo habita em nós, então, vivemos em um processo de santificação. Na Carta aos Hebreus encontramos a seguinte afirmação: “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”. Hebreus 12:14.

2. RESPONSABILIDADE PARA COM A FAMÍLIA.

Parece utopia para os nossos dias, não é mesmo? Mas, um namoro sério, sincero, cristão e honroso, deve haver a responsabilidade e o respeito para com a família de ambos os enamorados.

A Bíblia nos ensina: “Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus, te dá”. Êxodo 20.12. Então, sem sombras de dúvidas, honrar os pais e consequentemente a família é um princípio que não deve ser violado.

Um namoro digno e abençoado deve ter o consentimento e a bênção dos pais. Mesmo nos dias modernos que vivemos, com famílias que desprezam a tradição, nós como cristãos devemos preservar este bom costume.

No livro de Provérbios encontramos o seguinte ensinamento:

Filho meu, ouve o ensino de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe. Porque serão diadema de graça para a tua cabeça e colares, para o teu pescoço. Filho meu, se os pecadores querem seduzir-te, não o consintas”. Provérbios 1:8-10.

Se o(a) seu(sua) namorado(a) não respeita os pais, certamente não respeitará você!!! Pense nisso!!!

3. RESPONSABILIDADE DE UM PARA COM O OUTRO.

Eis outro princípio que não deve ser violado. O respeito de um para com o outro. A fidelidade de um para com o outro. E tudo isso começa no namoro. Se não houver esta responsabilidade no namoro, não haverá no futuro na vida conjugal, e, esta, estará em grande perigo.

Aprendi que, quem namora, deve namorar para se casar. Isso não significa que que vai se casar com quem namora, mas, se namora para casar.

Namorar para se casar significa: projetar o futuro junto, pensar junto, os objetivos futuros devem estar em harmonia desde o namoro. Se não houver objetivos comuns no namoro, este relacionamento precisa ser revisto.

Por fim, creio que estes são princípios básicos que um jovem cristão pode aplicar no seu namoro. Sempre, claro, buscando a direção de Deus, a ajuda do Espírito Santo e colocando Cristo no centro de tudo.

Deus abençoe sua vida!!!

 

Em Cristo,

Pr. Emerson Alves
#VivaExtraordinariamente